Cursos livres poderão retomar as atividades presenciais em Boa Vista

Por: Elivane Freitas /

O Decreto Municipal que dispõe sobre o plano de retomada da economia de forma gradual, foi alterado nesta segunda-feira (31) de agosto.

O documento prevê a volta das aulas presenciais dos cursos livres privados, de idiomas, técnicos e profissionalizantes. Com curta duração e número reduzido de alunos por sala de aula.

Os cursos especificados acima deverão cumprir todos os protocolos sanitários estabelecidos. Que são:

  • Distanciamento social de 1m² (um metro quadrado);
  • Indicar nas salas de aula as carteiras que devem ser usadas pelos estudantes;
  • Higienizar as dependências da instituição;
  • Os alunos e colaboradores deverão fazer uso de máscaras;
  • Realizar a aferição da temperatura;
  • A instituição deverá realizar monitoramento de sintomas da covid-19 (febre, tosse, coriza, dor de garganta e dificuldade de respirar).

O professor Catalanos, que é dono de um cursinho preparatório para concursos, ressalta que esse momento de retomada das atividades que contempla os cursos, era muito aguardado.

E com base no decreto serão feitas readequações no espaço, que antes contemplava 230 alunos e que agora será reduzido para 80 alunos, seguindo as recomendações de saúde.

“A gente estava aguardando muito tempo essa liberação e como temos um auditório que comporta mais de 200 pessoas, vamos seguir a recomendação de saúde e da prefeitura através do decreto municipal, para fazermos o distanciamento social de no mínimo 1 metro e meio. A nossa capacidade será reduzida para 80 alunos. A retomada neste momento, é uma oportunidade para recomeçarmos os trabalhos que estavam parados há mais de 5 meses, sem faturar nada. O decreto vem de encontro com as nossas necessidades e anseios. Por conta disso, vamos nos preparar, todos de máscara e usando álcool em gel, esses cuidados serão fundamentais para a volta as aulas”, declarou, Catalanos.

Para José Maria Neto, que também é proprietário de um cursinho aqui da cidade, ainda há uma preocupação com a volta as aulas do cursinho. Até porque ainda não existe uma cura para a doença. Para ele é preciso antes de tudo não ter pressa, ter cautela e responsabilidade com a vida das pessoas.

“Embora a prefeitura tenha autorizado o retorno dos cursos livres e privados, incluindo cursinhos preparatórios para concursos. Será necessário fazer as adequações para que se possa retomar as atividades com segurança. É sempre importante ressaltar que a pandemia não acabou e que ainda não existe cura para a doença. E para que a gente consiga retornar, sem pôr em risco a nossa saúde e a vida de outras pessoas é necessário seguir à risca o que recomenda o decreto e as normas de saúde. E é isso que a gente busca fazer, e vai readequar tudo sem pressa”, enfatizou, Neto.

Nota

De acordo com nota da faculdade Estácio, no primeiro momento deverão voltar às aulas práticas, em laboratórios. Respeitando as normas de segurança e higiene.

Já a faculdade Cathedral, informou também por meio de nota que as decisões seguem as normativas do Ministério da Educação o (MEC). Além das determinações, do Governo Federal, Estado de Roraima e do município de Boa Vista. As aulas seguem de forma remota previstas até 31 de dezembro de 2020, e assim que possível as aulas presenciais voltarão ao normal.

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.