Sequelas da COVID-19: Projeto prevê contratação de profissionais para o tratamento de problemas mentais

A pandemia da COVID-19 revelou outro problema de saúde: o mental. Para contornar isso e evitar o aumento de casos de pessoas com depressão e comportamento suicida, foi aprovado por unanimidade pela Assembleia Legislativa um projeto de lei que dispõe de contratação emergencial de profissionais da área da saúde para atendimento às pessoas que estão enfrentando dificuldades nesse período.

O projeto, de autoria do deputado Evangelista Siqueira (PT), prevê a contratação emergencial por um período de seis meses, de psiquiatras, psicólogos, assistentes sociais e terapeutas ocupacionais. O objetivo é garantir atendimento às pessoas, sejam elas crianças, adolescentes, adultos e idosos, que estão sofrendo de depressão, ou quaisquer danos psicológicos em decorrência da COVID-19.

“Muitos não conseguem suportar a perda de entes queridos que foram infectados pela COVID-19 e não sobreviveram ao vírus e na maioria dos casos nem puderam ser velados pelos familiares. Outros não estão conseguindo lidar com o impacto emocional gerado pelo confinamento social, bem como a impossibilidade de garantir o sustento de suas famílias, no caso dos trabalhadores informais” justificou Siqueira.

NA PRÁTICA
Se sancionada a Lei, o Governo do Estado por meio da Sesau (Secretaria Estadual de Saúde), definirá o quantitativo de profissionais a serem contratados.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.