Roraima teve o segundo maior crescimento do PIB em 2018, divulga IBGE

 Roraima teve o segundo maior crescimento do PIB em 2018, divulga IBGE

Sede do IBGE em Roraima (Foto: Google Maps)

Compartilhe nosso conteúdo

O estado de Roraima apresentou Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 13,37 bilhões e variação em volume de 4,8% no ano de 2018. O crescimento do PIB no estado de 2017 para 2018 foi o segundo maior entre as 27 unidades da Federação, e atrás apenas do Amazonas, cuja variação foi 5,1%.

Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira, dia 13 de novembro, por meio do Sistema de Contas Regionais: Brasil – 2018.

Mesmo com o acréscimo em volume, a participação de Roraima na economia

nacional manteve-se em 0,2%, valor relativo que o estado apresentou desde o início da

série, iniciada em 2002.

As atividades de maior impacto no desempenho em volume da economia do estado, em 2018, foram administração, defesa, educação e saúde públicas, seguridade social, comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas.

A agropecuária foi o grupo de atividade que apresentou a maior variação percentual na economia de Roraima em 2018, com crescimento de 16,1%, em relação ao ano anterior. Tal resultado foi influenciado, sobretudo, por produção florestal, pesca e aquicultura, que, apesar da participação relativamente inferior que a agricultura e a pecuária, destacou-se pela variação em volume de 134,6%, devido à coleta de castanha-do-pará.

As demais atividades também contribuíram para o desempenho em volume da agropecuária, com variações de 8,6%, em agricultura, inclusive apoio à agricultura e a pós-colheita, e 6,2%, em pecuária, inclusive apoio à pecuária.

Na indústria, a variação em volume foi de 5,5%, resultado justificado em grande medida pela atividade de eletricidade e gás, água, esgoto, atividades de gestão de resíduos e descontaminação. Nesta atividade, que cresceu 22,4% em volume e elevou sua participação, de 1,5% para 4,3%, entre 2017 e 2018, houve aumento em volume e em valor corrente na geração e distribuição de energia elétrica.

Construção também contribuiu para o crescimento industrial, com variação de 4,4%. Já em indústrias extrativas e indústrias de transformação houve queda em volume, de 11,8% e 6,5%; respectivamente.

Serviços apresentou variação em volume de 4,4% em 2018 e se manteve como o grupo de atividades de maior participação entre os três setores da economia de Roraima. Entretanto, na comparação com 2017, houve redução de valor relativo dos serviços, já que sua participação reduziu de 86% para 83,7%.

A participação relativamente alta dos serviços na economia do estado explica-se, sobretudo, pelo peso de administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social, que representou 46,1% do valor adicionado bruto de Roraima, em 2018.

Essa atividade cresceu 3,6% em volume em relação ao ano anterior, o que se justifica pelo aumento da demanda por serviços públicos vinculada ao aumento populacional. Em comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas, segunda atividade de maior participação entre os serviços, houve variação em volume de 6,5%.

Do IBGE

Bruna Cássia

A jornalista Bruna Cássia integra a Redação da Rádio Difusora de Roraima - AM 590

Você também vai gostar de ler

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x