Médico suspeito de estupro é preso em Boa Vista novamente por mesmo crime

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Um médico de 48 anos foi preso em Boa Vista, nesta segunda-feira (21), por suspeita de estupro a uma adolescente de 14 anos. O crime ocorreu em 2015, informou a Polícia Civil de Roraima.

Segundo a delegada titular do Núcleo de Proteção a Criança e Adolescente, Catherine Aires Saraiva, a vítima relatou que acompanhava o pai em uma consulta com o médico e que o médico se insinuava para ela.

“durante a realização de um exame do pai, o médico lhe perguntou se queria ouvir os batimentos de coração e a adolescente aceitou. Ela disse que nessa oportunidade, ele pegou com força no seio dela e também passou as mãos em suas nádegas, deixando-a assustada, o que a levou a pedir ao pai para mudar de médico”, informou.

A vítima procurou o Ministério Público, que encaminhou a denúncia ao Núcleo. Também foi feito o boletim de ocorrência e a delegada representou pela prisão preventiva dele.

“O inquérito foi instaurado e representamos por sua prisão preventiva, sendo decretada pela Justiça”, ressaltou a Catherine Saraiva.

Após o mandado de prisão ter sido cumprido, o médico foi encaminhado ao sistema Prisional.

Essa é a segunda vez que ele é preso por acusação do mesmo crime. Durante operação do Núcleo em outubro de 2019, ele foi preso por estupro de vulnerável e corrupção de menores. As vítimas eram três adolescentes, com idades de 13 e 14 anos, amigas da filha dele.

“As investigações contra o médico tiveram início após a comunicação da mãe de uma das vítimas, de 14 anos, em setembro daquele ano. O acusado tinha conversas de cunho sexual com as vítimas por redes sociais, inclusive mandando foto do órgão sexual”, informou a Polícia.