Roraima tem maior índice de contratações com carteira assinada do país em 2020

 Roraima tem maior índice de contratações com carteira assinada do país em 2020

foram criados até novembro 23.299 novos postos de trabalho com carteira assinada (Divulgação)

Compartilhe nosso conteúdo

O Ministério da Economia divulgou nesta quarta-feira, dia 23, os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), que apontam que foram criados até novembro em Roraima, 23.299 novos postos de trabalho com carteira assinada, o que deixa o Estado com o maior índice positivo entre os estados e o Distrito Federal, com variação relativa de 6,42%.

No mesmo período, de acordo com a pesquisa, houve 19.765 demissões, deixando um saldo positivo de 3.534 novos empregos. O Acre teve o segundo maior índice, com 5,77% e o Pará ficou com 5,20% de saldo positivo.

Quem teve o pior índice na região Norte foi Rondônia com apenas 1,02% de variação positiva. No geral, o país teve uma variação positiva de 0,58% na criação de novos postos de trabalho com carteira assinada.

De acordo com o secretário estadual da Fazenda, Marcos Jorge, enquanto vários estados tiveram resultado negativo ou crescimento pequeno, Roraima, mesmo em meio à crise econômica gerada pela pandemia da COVID-19, conseguiu se destacar na geração de empregos.

“O trabalho realizado pelo governador Antonio Denarium e pela equipe econômica tem possibilitado que nós possamos avançar mesmo em ano de crise por conta do coronavírus”, disse.

O secretário destacou que esse crescimento vem sendo gradual desde o primeiro trimestre, com destaque para o setor da construção civil, impulsionado pelo crescente número de obras públicas em andamento e também investimentos do setor privado.

“Esse resultado do saldo positivo de novos empregos é a demonstração de que as ações realizadas na minha gestão do Governo de Roraima para a atração de investimentos, melhoria do ambiente de negócios e para o equilíbrio da administração pública estão surtindo efeito e dando respostas para a sociedade”, avaliou o governador Antonio Denarium.

O secretário Marcos Jorge complementou: “Nós tivemos a crise de 2015, vários estados ainda não se recuperaram plenamente, ou seja, o seu PIB ainda está inferior ao que eles já tinham em 2014, e Roraima é o segundo estado em crescimento, segundo dados do IBGE”.

Da Secom-RR

Bruna Cássia

A jornalista Bruna Cássia integra a Redação da Rádio Difusora de Roraima - AM 590

Você também vai gostar de ler

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x