PCCR Unificado proposto pelo Governo é aprovado pela Assembleia

  • Saúde

O PCCR unificado (Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações) dos servidores da saúde foi aprovado nesta quarta-feira, dia 21, pela Assembleia Legislativa de Roraima por unanimidade, com votação nominal, em Plenário. De autoria do Governo de Roraima, o PL garante 43% de reajuste salarial para todas as categorias da saúde pública estadual. A matéria agora será sancionada pelo governador Antonio Denarium.

“No meu governo, nunca causei surpresas negativas aos servidores. Nunca um servidor foi dormir com a incerteza do salário desde que assumi a gestão do Governo de Roraima. Estamos acabando com a injustiça sofrida pelos trabalhadores da saúde que não tinham reajuste de salário e nem reposição desde 2014”, reforçou o governador Antonio Denarium.

Parte da correção aprovada no PCCR é a recomposição da inflação, cerca de 27,5% e o restante é um compromisso da gestão do governador Denarium em melhorar a condição de trabalho de todos os profissionais da saúde.

O escalonamento do pagamento desse aumento será feito em três parcelas para os cargos de nível superior; em duas parcelas para os cargos de nível médio e básico.

“Acima de tudo, contemplamos todas as categorias nesse PCCR e fizemos justiça com os servidores. As melhorias para os servidores serão sempre uma prioridade na minha gestão no Governo de Roraima”, enfatizou Denarium.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Soldado Sampaio, a iniciativa do Governo de Roraima é justa e legítima. “Estamos aqui reconhecendo o trabalho dos servidores e quero parabenizar o Governo de Roraima. Eu sempre estive realizando a intermediação entre as categorias e o Governo para o diálogo democrático”, frisou.

PROCESSO CONSTRUTIVO

A construção do PCCR contou com a participação de representantes de várias categorias, incluindo médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, nutricionistas, fisioterapeutas, técnicos e auxiliares de radiologia.

De acordo com o secretário de saúde, Marcelo Lopes, o PCCR foi construído de forma ampla e harmoniosa entre o governo e os servidores. “O PCCR aprovado hoje é o resultado de uma conversa ampla com todas as categorias sobre as propostas de todos, desde o início, sempre com muito diálogo e assim o Governo tomou as medidas necessárias para contribuir com o avanço da saúde de Roraima”, complementou.

O representante da Enfermagem, Melquisedek Menezes, ressalta que o PCCR é uma norma regulamentadora necessária, para garantir a correção e progressão funcional, e garantir a valorização e o reconhecimento dos servidores.

“A vida funcional de muitos trabalhadores estava parada e muitos só tiveram seus direitos reconhecidos agora com esse PCCR construindo pelo Governo de Roraima que tem corrigido essa lacuna, reafirmando o comprometimento com o trabalho realizado por estes trabalhadores. Nós entendemos agora que será o momento da Assembleia avaliar e garantir a aprovação para que as mudanças sejam colocadas em prática”, salientou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.