Ministério da Agricultura alerta produtores sobre sementes desconhecidas

 Ministério da Agricultura alerta produtores sobre sementes desconhecidas

Ainda não se sabe a qualidade das sementes. (Foto: Secom-RR).

Compartilhe nosso conteúdo

Sementes de origem desconhecida estão sendo entregues pelos Correios a produtores rurais de todo o Brasil, mesmo sem terem solicitado o produto. Recentemente, o Governo de Roraima recebeu um ofício-circular do Mapa (Ministério da Agricultura), alertando as divisões de defesa agropecuária sobre os riscos das sementes possuírem algum tipo de contaminação.

Por medida de segurança, a Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento) emitiu um comunicado aos produtores do Estado. De acordo com o técnico da Seapa, Joeldson Peixoto, caso estejam contaminadas, existe a possibilidade das sementes prejudicarem o ecossistema do Estado.

“Chamamos a atenção dos produtores para o perigo que essas sementes podem provocar no nosso ecossistema, como o aparecimento de pragas, doenças e plantas daninhas, que podem causar graves prejuízos à nossa agricultura e meio ambiente”, alertou.

Peixoto informou que a Seapa segue com as buscas dos produtores que possam ter recebido o pacote com as sementes desconhecidas, para fazer o recolhimento e encaminhar o material à Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima).

“Estamos tomando todas as medidas necessárias de segurança. Inclusive, já fizemos uma reunião com a equipe da Seapa para adotar as melhores medidas. Já recebemos de um produtor um pacote com essas sementes que entregamos à Aderr, que deve encaminhar para o Mapa”, informou.

O técnico da Seapa não mensurou a quantidade, mas disse que alguns produtores rurais no Estado já receberam os pacotes com as sementes, contendo na informação do remetente que a origem seria a China.

“Caso o produtor rural receba um pacote desses em sua propriedade, entre em contato imediatamente com a CPR [Casa do Produtor Rural da Seapa] ou UDA [Unidade de Defesa Agropecuária da Aderr] mais próxima”, orientou.

Entenda o caso

O primeiro caso do recebimento de sementes vegetais desconhecidas foi registrado no Estado de Santa Catarina. Moradores relataram que, mesmo sem solicitar, teriam recebido as sementes em um pacote com inscrições na língua chinesa.

O Mapa informou que o material será analisado em laboratório para saber se as sementes podem representar riscos à saúde, contaminação, disseminação de pragas e doenças a partir do cultivo. Conforme um comunicado da Embaixada da China no Brasil, os endereços dos remetentes das sementes supostamente chinesas são falsos.

Por Rodrigo Santana

Bruna Cássia

A jornalista Bruna Cássia integra a Redação da Rádio Difusora de Roraima - AM 590

Você também vai gostar de ler

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x