Programa ‘Cesta da Família’ já beneficiou mais de 50 mil pessoas em Roraima

  • Cidades

O Cesta da Família, programa emergencial do Governo do Estado, executado pela Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social),  já beneficiou cerca de 50 mil pessoas em todo o Estado.

Em Boa Vista, já foram entregues cerca de 10 mil cartões, já creditados com R$  200,00. Na região do Baixo Rio Branco, Sul do Estado, foram entregues mil cestas físicas . Considerando um núcleo familiar formado por cinco pessoas, o programa já alcançou cerca de 55 mil pessoas.

O Cesta da Família é um programa emergencial que tem como principal objetivo auxiliar as famílias de baixa renda e em situação de vulnerabilidade com um auxílio alimentação na quantia de R$ 200,00 por um período de quatro meses.

Em Boa Vista, os beneficiários são atendidos com um cartão alimentação que pode ser utilizado nas redes de supermercado que trabalham com a bandeira Alelo, contemplando mais de 700 estabelecimentos. Já no interior, devido à dificuldade de encontrar estabelecimentos credenciados para que o usuário possa fazer as compras, as famílias são atendidas com cestas físicas.

A secretária do Trabalho e Bem-Estar Social, Tânia Soares, explicou que o auxílio veio para atender as famílias durante esse período de pandemia de COVID-19. “Muitos pais e mães de família perderam empregos ou então tiveram uma redução de renda. O Cesta da Família vem para atender justamente esse público”, disse.

O governador Antonio Denarium afirmou que a meta é atender até 50 mil famílias em todo o Estado até o mês de abril de 2021. “Até agora, antes do final do ano, conseguimos atender cerca de 10 mil famílias em Boa Vista e na região do Baixo Rio Branco. Vamos ampliar o benefício na Capital e no interior, chegando a atender 50 mil famílias. O programa garante segurança alimentar para estas pessoas nesse momento delicado que vivemos”, pontuou.

Na manhã desta terça-feira, dia 29, a Setrabes entregou cerca de 5 mil cartões no Parque Anauá. A aposentada Erondina Gonçalves Martins, 80, foi uma das beneficiadas. “Na minha casa vivemos eu e meu marido, só ele é aposentado e o dinheiro não dá para muita coisa. Esse auxílio veio na hora certa e vai ajudar a completar o rancho pelos próximos quatro meses”, declarou.

Para a dona de casa Rayane de Jesus, o auxílio também veio em boa hora. “Meu marido é caminhoneiro, ele passa muito tempo fora e fico em casa só eu e minha filha. Esse dinheirinho a mais vai ajudar a comprar o leite dela, a completar o rancho. Estou muito agradecida por essa ajuda”, disse.

Testagem em massa

Durante a entrega dos cartões no Parque Anauá, a Secretaria de Saúde realizou mais uma ação de testagem rápida para COVID-19. Foram disponibilizados mil testes para a população.

Da assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.