Depiladora de 30 anos é presa em Boa Vista após ser condenada por tráfico de drogras

Compartilhe nosso conteúdo

Agentes da Polinter (Delegacia de Polícia Interestadual) cumpriram na manhã desta terça-feira, 23, um mandado de prisão contra a depiladora F.R.C., de 30 anos, condenada por envolvimento com o tráfico de drogas.

A depiladora teve o mandado de prisão expedido pela Vara de Entorpecentes em Boa Vista e foi condenada a oito anos e quatro meses de reclusão, em regime fechado, pela prática dos crimes previstos tráfico e associação ao tráfico.

Ela foi presa em casa, no bairro São Bento, e foi colaborativa com a ação policial não resistindo à prisão. F.R.C foi levada à sede Polinter para os trâmites formais, depois encaminhada ao exame de integridade física no IML (Instituto de Medicina Legal) e, por fim, encaminhada ao Judiciário para Audiência de Custódia.

OUTRAS PRISÕES

De sexta-feira, 19 até ontem, 22, os policiais cumpriram o mandado de prisão de mais duas pessoas por descumprimento de medida protetiva.

No final da tarde de sexta-feira, 19, os agentes localizaram e prenderam o venezuelano C.A.B. de 39 anos, acusado de descumprir medida protetiva determinada pela Justiça. Ele foi preso em sua residência no bairro Caimbé e não reagiu a ação policial.

Na manhã desta segunda-feira, 22, o açougueiro A.M.P.J., de 31 anos foi localizado pela equipe da Polinter. Contra ele havia um mandado de prisão preventiva expedido pelo NUPAC (Núcleo de Plantão e Audiência de Custódia), por descumprimento de medida protetiva.

O homem foi preso em sua residência no bairro Cruviana, e resistiu à prisão, sendo necessário imobilizá-lo.

DENUNCIE!

Dentre inúmeras atribuições, a Polinter cumpre mandados de prisão e outras diligências solicitadas por autoridades policiais e judiciais procedentes de outros entes federados, além de adotar providências para a realização de diligências e capturas de criminosos no Estado ou fora dele.

Qualquer pessoa que tenha informações sobre a localização de foragidos da Justiça pode denunciar através dos telefones 190, 197 e celular (95) 99125-2979, diretamente com a Polinter, sendo assegurado o anonimato da fonte.

Fonte: PCRR

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments