Governo conseguiu evitar colapso na saúde, diz promotor

governo consegue evitar colapso na saúde diz promotor

O comitê de crise da covid-19 se reuniu na manhã desta sexta-feira, dia 19, no Palácio Senador Hélio Campos para debater a situação da pandemia em Roraima. Todos os órgãos envolvidos optaram pela manutenção das medidas de restrição vigentes para conter o avanço da doença e o surgimento de novos casos.

O procurador de justiça do Ministério Público de Roraima, Madson Carvalho, frisou que além das medidas de segurança, a atuação do Governo do Estado frente a pandemia foi responsável pela situação de estabilidade.

“Aqui em Roraima a tragédia não aconteceu pois nos antecipamos de forma diferente do que aconteceu no restante do Brasil. Não ficamos sem oxigênio porque o governo agiu rápido e em parceria com o MP. Quando surgiu a ameaça de interrupção no fornecimento, o secretário de Saúde e a Procuradoria Geral do Estado agiram rapidamente. Fizemos uma Ação Civil Pública a quatro mãos, a justiça concedeu liminar e isso garantiu o abastecimento”, disse o procurador.

Madson frisou ainda que a ampliação de leitos possibilitou a adoção de medidas menos restritivas. “No início da primeira onda tínhamos 16 leitos de UTI e hoje temos 90. Podemos ampliar em até 150, mas para isso não basta leito, precisamos de profissionais, medicamentos, equipamentos, por isso as medidas restritivas são extremamente necessárias”, disse.

MEDIDAS RESTRITIVAS

Na ocasião o governador Antonio Denarium ressaltou que entre as medidas adotadas no âmbito estadual permanecem a suspensão das aulas presenciais, limite de passageiros nos transportes intermunicipal e interestadual, sistema de rodízio e home office para os servidores estaduais que não atuam em serviços essenciais, entre outras medidas.

“Esse diálogo com todos os órgãos que compõem o comitê é fundamental para a efetividade das medidas de segurança. É preciso manter as medidas de restrição para que possamos atender a todos e reduzir os números. Estamos em uma curva descendente e precisamos continuar assim”, disse.

VACINAÇÃO

O secretário de Saúde, Marcelo Lopes, afirmou que com a chegada de novas doses da vacina contra à covid-19 serão, a vacinação será ampliada para pessoas maiores de 70 anos.  “A partir da próxima semana não tenho dúvida que baixaremos essa faixa etária e vamos imunizar cada vez mais a população”, explicou.

Além da estrutura governamental, também participaram da reunião do Comitê o presidente da Assembleia Legislativa, Soldado Sampaio, o promotor de Justiça do Ministério Público, Madson Carvalho e representantes do Tribunal de Contas, Ministério Público do Trabalho e Secretaria de Saúde de Boa Vista. 

Com informações da Secom/GovRR