Pandemia dificulta calendário e andamento de competições esportivas pelo país

Compartilhe nosso conteúdo

Os desportos vivem momentos de incertezas e o futuro é sombrio. Competições de todas as modalidades esportivas sendo adiadas, suspensas e até canceladas. A Fórmula 1 mudou de casa, agora vai passar na Band e começa dia 28 de março. As Olimpíadas estão em xeque e todos os campeonatos se tornaram deficitários e os jogos sem público.

No Brasil, pelo menos 10 estaduais já sofreram paralisações, alguns foram retomados, outros não e ainda tem os que sequer começaram, mas já sofreram alguma interferência como medidas de contenção da disseminação do Novo Coronavírus.

As copas estão em andamento com paralisações pontuais. A Libertadores da América parte para a terceira fase. Das equipe do Brasil que estão na competição internacional Grêmio e Santos disputam e avançam na competição. A Copa do Nordeste segue firme. São provas de resiliência dos esportes, se adaptando às adversidades.

Aqui em Roraima há algumas situações muito especiais. A primeira é o fato de o São Raimundo ter se classificado para a segunda fase da Copa do Brasil sub-20 vencendo o Atlético Goianiense nos pênaltis por 6 a 5 em oito cobranças.

Outra: mais um ativo do nosso futebol fazendo história. O jogador Felipinho se transferiu do mesmo São Raimundo para a Ponte Preta de Campinas-SP. A última partida dele pelo Mundão foi justamente a da classificação dia 10 de março.

Mais uma: o São Raimundo empatou com o Cruzeiro, no dia 11 de março, mas perdeu a vaga na Copa do Brasil e não teve o jogo do milhão, se passa pelo time mineiro teria alcançado R$ 1.235.000,00 de receita, não foi dessa vez.

A Federação Roraimense de Futebol (FRF) e os clubes marcaram os inícios dos Campeonatos deste ano. O Feminino com São Raimundo, Ríver, Rio Negro, Atlético Roraima e GAS inicia dia 23 de março e termina dia  26. Serão 5 dias ininterruptos de competição.

Já o Campeonato Roraimense masculino com: São Raimundo, GAS, Rio Negro, Atlético Roraima, Náutico e Progresso está marcado para começar no dia 1º de Maio e, se não houver nenhuma interrupção, terá duração máxima de 40 dias devendo ser um dos mais curtos da história.

Por Bernardo Silva

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments