Governo libera crédito para produtores de abacaxi do Cantá

  • Geral

Com o objetivo de tornar Roraima um pólo do agronegócio, o Governo do Estado segue incentivando a produção rural em todos os municípios roraimenses. O município do Cantá recebeu no último sábado, dia 16, um Dia de Campo, evento realizado pelo Governo através da Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento), que teve também a participação da Desenvolve Roraima e da Embrapa.

Nesta oportunidade, cinco produtores de abacaxi foram beneficiados com o crédito rural no valor individual de R$ 21 mil, totalizando uma injeção de R$ 105 mil destinados a investimentos e custeio da produção.

Para o governador Antonio Denarium incentivar a agricultura familiar é valorizar os pequenos produtores, que são os grandes responsáveis pela comida que chega na nossa mesa no dia a dia.

“Roraima é um estado que tem uma vocação natural para a agricultura. Na nossa gestão, temos incentivado a produção agrícola familiar e indígena, como forma de oportunizar a esses pequenos produtores a garantia de uma boa safra e a venda dos seus produtos”, afirmou.

O diretor de Crédito e Investimento da Desenvolve Roraima, Mgleide Carneiro, falou sobre os recursos destinados à aplicação na agricultura familiar.

“Houve uma injeção de recursos para que pudéssemos atender, por determinação do governador Antonio Denarium, os produtores, aquelas pessoas que estão dentro da agricultura familiar”, declarou.

O produtor rural Vinicio Vilela, que se dedica há três anos ao cultivo do abacaxi, falou sobre a importância do apoio financeiro à produção.

“A gente precisa muito de incentivo, tudo tá muito caro pra gente poder produzir e trazendo esse incentivo pra gente vai ajudar muito no desenvolvimento, no plantio, na colheita e na escoação do nosso produto”, afirmou.

Este é um trabalho de valorização do setor primário dentro do Estado que inicia com a assistência técnica voltada ao planejamento das atividades rurais preservando e recuperando os recursos naturais disponíveis, passando pela regularização de terras e finaliza com o crédito rural acessível, orientado e produtivo destinado a investimentos e custeio da produção.

Escrito por Flávia Almada
SECOM-RR