Atendimento para paciente com covid-19 passa a ser no Cosme Silva

Em virtude do atual cenário da pandemia que apresenta um espelho epidemiológico de diminuição no número de casos e óbitos por covid-19, em Roraima, a Secretaria de Saúde está colocando em prática mudanças no fluxo de atendimento nas unidades hospitalares da rede estadual, para garantir que todas as demandas de saúde relacionadas ou não à pandemia sejam atendidas e a população receba a assistência necessária em todas as áreas.

Nesse sentido a partir de segunda-feira, dia 10 de janeiro, às 7h, o serviço que era prestado no Pronto Atendimento covid-19 junto ao Hospital Estadual de Retaguarda – ao lado da Maternidade –, para pacientes com a doença, será oferecido no Pronto Atendimento Cosme e Silva, no bairro Pintolândia, onde será concentrado o atendimento para pacientes de covid-19.

O secretário de Saúde, Leocádio Vasconcelos, explica que haverá mudanças somente em relação ao atendimento.  “Queremos tranquilizar a população e dizer que nenhum paciente ficará sem atendimento, pois a preocupação do Governo do Estado de atender toda a população continua sendo o foco do nosso trabalho. O que vai ser feito é apenas uma reorganização no fluxo de atendimento, visto que hoje temos um momento de mais controle da pandemia que nos possibilita fazer as mudanças”, esclareceu.

De acordo com o diretor geral do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), Anderson Benetta, é importante ressaltar que o atendimento para pacientes com covid-19 que necessitem de acompanhamento em UTI continua sendo prestado no Hospital Geral de Roraima.

“O HGR é a Unidade referência para os casos graves da doença e desta forma os leitos de UTI e de suporte ventilatório serão mantidos, ou seja, não haverá nenhuma alteração nesse fluxo de atendimento, uma vez que ainda estamos em pandemia e as mudanças visam a continuidade do atendimento, e sendo assim a equipe multiprofissional do Hospital continuará a postos para prestar a assistência necessária aos casos graves”, ressaltou.

ENTENDA O FLUXO

Na medida em que o paciente for atendido no Pronto Atendimento Cosme e Silva, naqueles casos em que for um paciente sintomático respiratório para covid, se for necessário realizará os exames para o fechamento do diagnóstico e nos casos de internação serão atendidos no Hospital das Clínicas, que terá um bloco com 12 leitos clínicos.

“Teremos a equipe pronta para receber o paciente sintomático e se for necessário, por exemplo, será feito o raio-x, e ele terá o acompanhamento da nossa equipe multiprofissional. Naqueles casos em que for necessária internação serão disponibilizados no Hospital das Clínicas os leitos clínicos. E para tanto, a equipe do Hospital será reforçada e o paciente contará com o atendimento pela equipe multidisciplinar”, enfatizou o diretor Don Silva Martins, coordenador do Núcleo Interno de Regulação do Hospital das Clínicas.

Escrito por Lidiane Oliveira