Roraima registra volume de chuvas acima do normal para o mês de março

Em nove dias, o volume de chuvas de março já ultrapassou o normal para o mês inteiro. O dado foi apresentado pela Defesa Civil, que faz o monitoramento nos 15 municípios de Roraima e equivale a 74,2 milímetros de chuvas.

O normal para o março inteiro é de 30,9mm. Sendo assim, Roraima já registrou mais que o dobro do valor esperado para todo o mês.

Em comparação com o mesmo período do ano passado, o volume de chuvas de março de 2022 permanece maior. Até o dia 09 de março do ano passado, foram registados apenas 5mm e, no mês inteiro, foram registrados 132 milímetros.

“Em apenas nove dias registramos mais que a metade do volume de chuvas de março de 2021. Já esperávamos um volume de chuvas maior que a normal, uma vez que já tínhamos recebidos informações do Instituto Nacional de meteorologia nesse sentido, mas não esperávamos que fosse nessas proporções”, disse o comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Roraima e secretário Executivo de Proteção e Defesa Civil de Roraima, coronel Anderson Carvalho de Matos.

VOLUME DE CHUVAS EM RORAIMA

Analisando os dados estatísticos do volume de chuvas captados pelas estações pluviométricas presentes em Roraima, verifica-se que 2019 e 2020 mantiveram os volumes de chuvas dentro da normal esperada para os primeiros meses do ano. Em 2021 e 2022 apresentam volume acima do esperado.

Em 2021, foram registrados, durante todo o ano, 2189mm de chuva, sendo 329,2 nos três primeiros meses. janeiro registrou 172,40, fevereiro 24,80 e março 132mm. Todos os meses do primeiro trimestre de 2021 registravam volume de chuvas acima da normal climatológica.

Em 2022, até o momento, foram registrados 129,40. janeiro deste ano registrou apenas 3,2mm ficando dentro da normal para o período. Fevereiro com 52 e março com 74,2mm já superam os valores pluviométricos normais.

DANOS CAUSADOS PELAS CHUVAS

Desde o início das fortes chuvas em Roraima, o Governo do Estado colocou o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil em estado de alerta.

“Estamos monitorando todos os municípios desde o aumento do volume de chuvas em fevereiro. As equipes que estavam trabalhando na Operação Guardiões do Bioma foram direcionadas para prestarem apoio aos moradores atingidos”, disse o gerente de Operações da Defesa Civil, capitão Jefferson Debastiani.

Dessa forma, todos os integrantes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil de Roraima estão de sobreaviso para emprego nas ações de respostas as fortes e constantes chuvas. “O inverno ainda não começou, estamos sofrendo com os efeitos do La Niña e esperamos que as chuvas diminuam nos próximos dias”, destacou o coronel Anderson Carvalho de Matos.