Comunidades indígenas vão plantar 1.500 hectares de grãos em 2022 com apoio do governo

A comunidade indígena de Sucuba, no município de Alto Alegre, foi palco para a abertura oficial do Agroindígena, com o lançamento do plantio de 2022, nesse sábado, 26.

O evento contou com a presença do governador Antonio Denarium, dos prefeitos de Alto Alegre, Pedro Henrique, de Normandia, Dr. Raposo, de Uiramutã, Benísio Roberto, além de secretários, vereadores, tuxauas da região e aproximadamente 300 indígenas de comunidades de várias localidades.

O Agroindígena faz parte do Programa Agro em Campo realizado pelo Governo de Roraima em todos os municípios do Estado desde 2019. Nas comunidades indígenas, teve início em 2020, coordenado pela SEI (Secretaria Estadual do Índio) em parceria com outros órgãos do Estado que, juntos, ajudam a fomentar a agricultura familiar indígena e não indígena.

O governador Denarium falou da importância do apoio do Governo às comunidades indígenas com a entrega de maquinários, insumos e assistência técnica.

“É o maior projeto de agricultura indígena familiar da história de Roraima. Em 2020, plantamos 800 hectares de milho e de feijão. Em 2022, serão plantados 1.500 hectares na agricultura familiar indígena e 1.500 hectares da agricultura familiar não indígena. Hoje, o lançamento do plantio de 2022 na comunidade de Sucuba, o Governo está entregando novos tratores, caminhões, adubo, calcário, todos os implementos necessários para a produção mecanizada em comunidades indígenas, valorizando todos que trabalham e produzem”, destacou o chefe do Executivo.

Lideranças indígenas e autoridades governamentais destacaram a importância do projeto

O 1º tuxaua de Sucuba, Dogivaldo Tomás Caetano, ressaltou o apoio que os indígenas estão recebendo do Governo.

“Hoje é um dia muito importante, histórico.  Pela primeira vez, aqui na comunidade de Sucuba, está acontecendo esse evento. O lançamento oficial do Agroindígena. Agradecemos ao governador por estar dando essa oportunidade para nós. A gente tem muito que agradecer em nome da comunidade. O trabalho não para com a parceria também com os prefeitos vamos ampliar muito mais essa área”, disse.

O prefeito de Alto Alegre destacou a valorização e o suporte que o Governo tem dado ao município em todos os segmentos e agradeceu ao governador por ter escolhido Alto Alegre para o pontapé inicial do projeto.

“Agradeço ao governador pelo apoio que tem dado ao município de Alto Alegre em todas as áreas. Hoje, em especial, às comunidades indígenas. O trabalho está chegando a todos os municípios de Roraima, a todas as comunidades indígenas”, afirmou Pedro Henrique.

O secretário do Índio, Marcelo Pereira, falou do desafio que recebeu do governador para promover o desenvolvimento e a autossustentabilidade das comunidades indígenas.

“A gente sempre diz que as comunidades indígenas de Roraima precisam de oportunidade e essa oportunidade está chegando. Em 2021, foram 800 hectares plantados e agora, em 2022, vamos trabalhar em 1.500 hectares. Não só o projeto de grãos, vamos trabalhar 100 unidades do projeto de frangos, a criação 150 mil alevinos, 45 unidades de cultivo de hortaliças e 45 hortas medicinais, o fortalecimento do artesanato, da dança e da culinária, de forma que a gente possa dar oportunidade para as comunidades indígenas se inserirem no mercado e se tornarem autossustentáveis”, destacou o secretário.

O Estado de Roraima conta com uma população de aproximadamente 120 mil indígenas, 80 mil vivem nas comunidades. São 33 terras indígenas e dentro dessas terras indígenas são 719 comunidades

As comunidades a serem atendidas estão divididas em oito municípios e, em cada localidade, serão atendidas 10 famílias, beneficiando 570 famílias ao todo.

Vistoria em estradas

Ainda no sábado, 26, o governador Antonio Denarium, acompanhado do secretário de Infraestrutura, Edilson Damião, e do prefeito de Alto Alegre, Pedro Henrique, vistoriou as obras de recuperação da estrada que dá acesso à comunidade do Boqueirão, que estava há mais de dez anos sem reparos, e a obra de asfaltamento de 48 quilômetros da estrada do Taiano. Destes, 28 já estão asfaltados.

“O nosso Governo tem o maior programa de recuperação de estradas da história de Roraima. Já são mais de três mil quilômetros de estradas vicinais recuperadas, além de já termos construído aproximadamente 300 novas pontes”, frisou o governador.

Escrito por Vânia Coelho