Governo debate estratégias para fortalecer parceria entre Roraima e a ONU

O trabalho de atenção à sociedade com foco no desenvolvimento sustentável de Roraima poderá ter resultados ainda mais positivos nos próximos dias. Na tarde dessa segunda-feira, dia 9, foi realizada uma reunião técnica entre o Governo de Roraima e a comitiva da ONU (Organização das Nações Unidas), que visita o Estado essa semana.

Acompanhado dos secretários de Estado na área de Assistência Social, Tânia Soares, e Desenvolvimento, Emerson Baú, o governador Antonio Denarium recebeu a coordenadora residente da ONU no Brasil, Silvia Rucks, que participou do encontro acompanhada por Stéphane Rostiaux, chefe de missão, Federico Mertinez, representante adjunto, e Haroldo Machado Filho, oficial de parcerias e financiamento.

Em pauta, as iniciativas que estão em execução pelas organizações pertencentes e parceiras ao sistema ONU e medidas que possam ser colocadas em prática para ampliar e reforçar o atendimento em áreas fundamentais como Saúde, Educação e Assistência Social.

“Atualmente, Roraima possui cerca de sete mil imigrantes abrigados e mais de 100 mil venezuelanos vivendo no Estado, e, no encontro de hoje, tive a oportunidade de apresentar algumas ações executadas em Roraima e falar sobre o trabalho realizado com recursos estaduais em várias áreas, para garantir que não falte escola e nem atendimento médico para ninguém, além de geração de emprego e renda e melhorias em outras áreas também”, esclareceu o governador Antonio Denarium.

“Eu queria visitar o estado de Roraima e conhecer as ações desenvolvidas aqui, ter a oportunidade de conhecer os esforços e saber mais sobre os desafios, conversamos sobre como o sistema das Nações Unidas poderá seguir acompanhando e apoiando o trabalho e oferecer algo mais para complementar as ações não só para imigrantes, mas também brasileiros e brasileiras que estão em Roraima. Foi um momento importante também para acompanhar alguns dos indicadores do governo do estado, levando em consideração as ações de enfrentamento da pandemia e como o estado tem trabalhado e a importância das parcerias com sistema das Nações Unidas”, complementou Silvia.

O governador apresentou algumas das medidas de gestão adotadas desde 2016, quando Roraima passou a atuar no atendimento a imigrantes. O encontro serviu também para a apresentação do Projeto 2030, que estabelece o desenvolvimento sustentável de Roraima com base em sete eixos de atenção para os próximos 10 anos.

A coordenadora das Nações Unidas parabenizou Roraima pelo modelo de atenção que foi colocado em prática e o trabalho integrado com a Operação Acolhida, medidas de Governo que possibilitaram o acolhimento e atenção de venezuelanos.

Trabalho da ONU junto aos estados da Amazônia legal

Durante o encontro foi debatido ainda sobre as ações necessárias para promover a proteção da Amazônia e o desenvolvimento sustentável a curto, médio e longo prazos.

Para o governador Antonio Denarium, é preciso pensar em políticas de governo que garantam à população a atenção necessária e promovendo ao Estado condições de ter estrutura e desenvolvimento.

“Vejo a importância do trabalho integrado e a necessidade do diálogo amplo e concreto sobre as particularidades de cada região e estado, onde seja avaliado, por exemplo, o crescimento populacional muito grande que Roraima teve nos últimos anos e os desafios que deixam o Estado em uma situação diferenciada”, enfatizou o governador.

“Foi importante ouvir o governador, o que ele pensa e como o sistema pode avançar nas ações de seguridade humana e geração de emprego, empreendedorismo, ou seja, garantias de proteção da Amazônia, com base no desenvolvimento sustentável para todas as pessoas”, ressaltou a coordenadora.

Denarium finalizou o encontro reforçando que é preciso pensar no futuro e nos resultados positivos que o trabalho integrado pode proporcionar, por isso colocou a gestão de governo a disposição para debate e definição de ações estratégicas em prol do desenvolvimento de Roraima.

Escrito por Lidiane Oliveira